Uma Visão do Futuro

capa-blog-830x323
Neste post eu gostaria de me desculpar com colegas com quem já trabalhei , me desculpar com colegas com quem já estudei e com aqueles que ainda estudo.
Esses últimos meses estive pensando muito sobre tudo isso que vem acontecendo em nossa sociedade brasileira que para mim se resume em um único sentimento: “O sentimento da Paixão”. Paixão por aquilo que acredita, independente que partido político tome, o que realmente importa é que todos têm a paixão em acreditar em um Brasil melhor, todos sem exceção acreditam nisso.

slide-img1
Com isso comecei a pensar em minha própria paixão, eu não tenho filhos, não sou casada, mas assim como todos aqueles que um dia saíram da universidade com aquela ansiedade de fazer tudo acontecer e pensar “EU VOU MUDAR O MUNDO!!” Eu parei para pensar e vi que ……EU não mudei o mundo com minha profissão,  não deixei minha marca nele como seria o sonho de qualquer pessoa, bom, pelo menos é o meu.
Eu percebi que em toda minha carreira profissional eu estive focada em metas e através delas desenvolver e implantar projetos que geravam resultados para empresas, e quando o objetivo havia sido conquistado,  e o que restava seria operar o projeto, eu saia de campo, pois minha paixão era mudança, reestruturação, renovação criar e implantar idéias para otimização de processos e serviços.
Só que no decorrer deste caminho eu acreditava que arquitetos são de uma tribo e engenheiros de outra tribo e durante anos persegui essa linha de raciocínio. Eu ficava totalmente frustrada e irritada quando um profissional invadia à praia do outro principalmente quando este outro era eu.
Cansada dessa revolta eu resolvi na minha cabeça fazer o que eu chamava de “invadir a praia deles”. Eu na verdade queria entender dentro de mim porque havia essa conversa de rivalidade tão evidente para meus olhos. Foi então que decidi fazer engenharia, eu acreditava que tudo ia ficar mais fácil em minha mente, carreira e em meus sentimentos .
O que aconteceu foi que durante o percurso de estudos encontrei aqueles que compartilhavam deste pensamento, que na verdade é uma cultura presente em nosso meio de trabalho, não sei se isto faz sentido pra você, se não fizer tudo bem, você tem todo o direito do mundo de discordar de mim, mas também encontrei aqueles que partilhavam deste modo trabalho e acreditavam em sua eficiência e aplicação, pude ter a oportunidade de trabalhar desta forma também dentro de uma empresa.
businessmen-sharing-idea_23-2147504727
A cultura de cada um no seu quadrado, ou seja, arquiteto faz arquitetônico e engenheiro faz complementares, destrói o sentimento de união e produção de projetos inovadores, e eu defendia isso também em uma determinada fase de minha vida. Não pense que os profissionais de hoje não têm preconceito pelo fato de arquiteto estudar engenharia e vice e versa.
Porém fazendo engenharia civil eu tive a oportunidade de escolher qual caminho seguir, o caminho de abraçar o “Ódio ou Amor”.  E advinha qual eu escolhi e qual eu escolho hoje?
love-eyes2
O Amor é claro. Eu escolho o amor, amor por aquilo que faço , um amor em ajudar e desenvolver pessoas, amor pelas duas profissões, e que, só depois de ter descoberto o caminho do amor eu comecei a entender os resultados que eu gerava desde o momento em que pensei entrar neste campo de atuação, e foi sempre o amor  que me guiou e que me fez e me faz gerar resultados.
Resultados estes que são entrega de obra dentro do prazo, criação de um plano gerencial para poder me localizar e me situar em que momento da obra eu estava, segregando informações tanto para efetivo, quanto para cliente como para diretoria da empresa em que trabalhava. Eu busquei e encontrei uma ferramenta para me ajudar a gerir pessoas e efetivo no alcance dos resultados no prazo, auxíliei a criação de procedimentos internos para elaboração de projetos.
Enfim analisando os resultados que já tive em 8 anos de mercado, eu percebi que nenhum deles eu fiz sozinha. Percebi que os resultados obtidos foram devidos ao conhecimento multidisciplinar de uma equipe. Seja essa equipe a minha equipe de efetivo de onde buscava meus dados, ou em outro caso uma equipe inteira com engenheiros de mais diversos campos e administradores, e principalmente  da orientação de um Coach para auxiliar a conquista de resultados em pouco tempo.
resultados-03
O que eu quero chegar com isso tudo é que: Primeiro a paixão que falei no início , aquela minha incessante vontade em mudar o mundo, eu finalmente vi que não preciso mudar o mundo, preciso mudar apenas MEU MUNDO, porque é com ele que consigo ajudar mais pessoas e conquistar altos resultados.
Segundo, se fizer sentido pra você, eu gostaria de te provar a importância da união, entre você arquiteto com um engenheiro e você engenheiro a um arquiteto. Pois juntos vocês podem alcançar resultados com ainda mais qualidade, assertividade, produtividade e eficiência, simplesmente pelo fato de um complementar o outro, um ser a metade da laranja do outro,  um não vive, não respira sem o outro. Faz sentido isso para você?
Uma vez, durante essa minha busca em querer cada vez mais entregar um produto de qualidade, eu busquei o auxílio de um Coach. Eu encontrei esta ferramenta no MBA em gerenciamento de projetos que fiz, e resolvi saber e aplicar em minha vida profissional, porque naquele momento eu precisava de um resultado que não estava conseguindo alcançar, no entanto eu sabia que poderia mudar algo na maneira ou forma como que estava atuando afim de conquistar este resultado.
Durante um dos encontros com meu  Coach, ele me apresentou uma pessoa que talvez você já conheça , eu já conhecia essa pessoa, na verdade encontrei ela acredito que no meu ginásio em meus livros, porém não havíamos sido apresentados daquela forma que meu Coach me apresentou.
Desde então essa pessoa ficou marcada em minha memória, e hoje quem fale dela pra mim é como me enviar um buquê de flores de tão importante e inspiradora que essa pessoa quem meu Coach me apresentou se tornou para mim.
Mas enfim essa pessoa para quem fui apresentada é o Nelson Mandela, conheci Mandiba novamente aos 27 anos de idade, quando meu Coach me apresentou o poema Invictus, que inspirou Mandela na prisão.
Nelson-Mandela-wallpapers-thumb-800x406-50652
Através deste poema, meu Coach me apresentava conceitos dos quais trago comigo até hoje que são:
1 Temos o direito divino dado por Deus de ser feliz,
2 Somos o capitão do nosso barco da vida, capitão da nossa alma, senhores do nosso destino,
3 Podemos navegar por onde almejarmos explorar e descobrir.
Depois de um tempo estudando Mandela mais de perto,  vi que ele valorizava uma cultura de amor dizendo que as pessoas não nascem odiando elas aprendem a odiar, e que, se isso era possível, elas também poderiam aprender amar novamente.
Lembro uma vez que assisti o filme de Mandela e uma cena específica me chamou muita atenção. A cena de Mandela enquanto estava na prisão e um um jovem que acabara de ter sido preso o aborda, este jovem estava indignado com tudo que acontecia ao seu redor do lado de fora dos muros da prisão, enquanto Mandela estava preso. Esse jovem estava frustrado pois há tempos Mandela não os ajudava a acabar com a segregação racial, e disse a Mandela que os próprios jovens estavam fazendo o trabalho, e que não precisavam mais de Mandela e seus amigos. Enfim Mandela disse o seguinte pra ele: Você é muito corajoso meu rapaz, mas veja (mostrando os cinco dedos de sua mão) sozinho o que pode fazer? (ao fechar sua mão em forma de vitória,  força e união)  disse : Unidos Temos Poder!
what-did-nelson-mandela-fight-for_4e148e13-f2dc-4fca-b2c4-92cecb6577aa
Porque estou falando isso? Assim como meu Coach me inspirou com Mandela, e Mandela inspirou uma nação inteira .. Eu quero inspirar o meu mundo … Contagiando  os arquitetos e engenheiros ao mostrar a importância de se trabalhar em equipe, mesmo indo contra uma cultura implantada a muito tempo, de que tentam separar as atribuições. Sabemos que um profissional complementa o outro. Mas temos que entender que unidos temos mais força, o trabalho em equipe gera muito mais resultado, juntos conseguimos entregar trabalhos com qualidades que ficam acima das expectativas de nossos clientes .
Queria te mostrar engenheiro, o que um arquiteto pode colaborar para seu trabalho, e você arquiteto, quando trabalhando junto com engenheiro, consegue agregar muito mais valor ao seu projeto.
Para conquistar uma visão de equipe unida em busca de resultados, veja por exemplo um médico quando faz cirurgia, ele não faz sozinho, quantos profissionais envolvidos com sinergia estão buscando o mesmo resultado, que é o de salvar uma vida por exemplo.
Equipe-médica
Somos médicos de sonhos,  para ter sucesso em nossos procedimentos e projetos temos que trabalhar e entregar produtos como tais, pois trabalhamos com sonhos e investimentos  de pessoas, que as vezes podem ser de uma vida toda!!!
A partir deste momento em que você pôde observar essa visão, não precisa concordar comigo mas prometa que vai pensar!! E quando pensar lembre de toda paixão que estamos vendo dos brasileiros para com  a pátria de todos nós. Lembre-se daquele cara ou garota que saiu da universidade com o desejo de mudar O Seu mundo!!
E lembre-se que VOCÊ PODE!!
A razão de tudo isso era ao menos fazer você ver que é possível sim mudar a visão, depende somente como ela é apresentada e vivida por você, onde o objetivo central é perceber a arquitetura que existe através da engenharia e  a engenharia que existe através da arquitetura.
Obrigada por ler este post até o final e ser simplesmente  VOCÊ!!
Obrigada a meu Coach e  obrigada Mandela!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: